sábado, 16 de outubro de 2010

Resenha: Filme Most (A ponte)


A produção cinematográfica da Tchecoslováquia "Most - A ponte entre o agora e o Sempre " realmente surpreendeu as expectativas, o filme foi dirigido por Bobby Garabedian é uma parabóla de um pai amoroso que vê o seu filho sacrificar a própria vida para salvar um trêm. Distribuição no Brasil, COMEV.

O filme possuí uma curta duração de 30 minutos, todavia este é o tempo suficiente para causar impacto em quem assiste. Com um cenário funibre, ruas cobertas de gelo, arvores sem folhas e roupas escuras, mostra bem a realidade do cotidiano no inverno do Leste Europeu, realmente sua fotografia merece prêmio.

A trilha sonora do filme também está de parabéns, com um toque sutil de piano, parece que estamos em um concerto de música clássica misturado com os rostos brancos e feições paradoxas do ser humano, retratado na ficção.


Most em seu final faz nós pensarmos na vida, no sacrificio de Cristo, na visão do Pai, em nossas ações, em nossos sonhos e na vontade de viver. Vale a pena assistir.

Assista o trailer e leia a ficha técnica clicando aqui

Um comentário:

Naasom A. Sousa disse...

Procurei muito esse filme e encontrei para baixar pelo 2shared. Depois de assisti-lo achei uma perda de tempo. Não gostei apesar de entender o recado. Porém a mensagem é muito, mas muito subjetiva. Não são todos que ao ver o filme irão entender. Creio que um filme cristão sempre tem que ser muito claro no que se propõe. Abraço.