terça-feira, 29 de janeiro de 2019

Jim Carrey, ator conta sua história de vida, um retrato Eclesiastes e compartilha sua fé

O ator americano Jim Carrey, conhecido pelos seus filmes de comédia, diversas vezes vem compartilhando  sua fé em Cristo e contando sua história de vida um retrato de Eclesiastes contemporâneo, pois mesmo com toda a fama do mundo, riquezas, mulheres (passou por seis casamentos), não conseguiu ser feliz e só viu sentido na vida agora com se tornando cristão. Ele fez uma declaração neste sentido:

"Todo mundo deveria ficar rico, famoso e fazer tudo o que sempre sonhou para que possa ver que essa não é a resposta."

Na década de 1990 e início dos anos 2000, Jim Carrey enfileirou sucessos de bilheteria nos cinemas. O nome do ator canadense no cartaz de um filme garantia salas lotadas e, claro, muito dinheiro para ele e para os estúdios, chegando a ser a celebridade mais bem paga de Hollywood. Segundo a imprensa internacional, ele acumula fortuna de R$ 450 milhões

Mas a fama não foi suficiente para Jim repetir o sucesso profissional na vida íntima. O ator é mais um caso de famoso que lidou com a depressão, o vício e relacionamentos complicados fora das telas. Ao todo, Carrey foi casado seis vezes, tendo relacionamentos com a cantora Linda Ronsdadt e a atriz Renée Zellweger. Cathriona White, última namorada oficial do ator, morreu de overdose em 2015, após enfrentar uma depressão.

Desde então, Jim Carrey se manteve afastado das telonas. Seu último projeto foi Debi e Lóide 2, lançado em 2014. Mas nesse período ele não deixou de fazer arte. O ator de 55 anos lançou um documentário de seis minutos mostrando sua rotina como pintor. I Needed Colour revela que Jim encontrou nas artes plásticas um refúgio para curar os problemas que ocorreram após a morte da ex. A produção do ator é tão séria que em 23 de setembro ele fará a primeira exposição, em Las Vegas, com ingressos a R$ 24 mil por casal (o que garante a aquisição de uma das obras).

Nessa nova fase, Carrey também tem visitado igrejas nos Estados Unidos para fazer pregações cristãs. O ator auxilia pessoas que estiveram envolvidas em gangues e ex-presidiários. Nessas aparições, ele fala dos momentos difíceis que passou nos últimos anos e detalha o envolvimento com drogas.

Apesar de não ter se convertido oficialmente, Jim comenta nos vídeos em que aparece pregando que encontrou a salvação através da aproximação com Jesus Cristo.

Infelizmente, para quem é fã do humor de Carrey, ele não planeja voltar às telonas. Além disso, ele também trabalha como produtor e treinador de novos atores, como Chris Pratt. Apesar do sucesso do passado, ele já contou em entrevistas que não sente vontade de retomar à loucura que era sua carreira antes.

Fonte adaptada de matéria sobre Jim Carrey no portal R7

Nenhum comentário: