domingo, 7 de julho de 2019

144, serie cristã estréia no Instagram, estilo Mad Max!

Na dia 28 de junho estreou "144", web-série futurista dirigida por Tiago Braga qu e promete mostrar uma família tentando sobreviver em um planeta árido e isolado, o Garág, um lugar repleto de mistérios. - Acompanhe no instagram @serie144

A trama, que remete a aventuras apocalípticas, ao estilo "Mad Max", chama a atenção por seu requinte estético, orçamento alto para os padrões de séries feitas para a internet no Brasil (mais de R$ 200 mil) e uma novidade: é desenvolvida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Tiago Braga, porém, adianta que a aventura não vai agradar apenas ao público cristão e esse nem é o objetivo da produção. "Estamos contando uma história universal de luta pela sobrevivência. Em nenhum momento tentaremos doutrinar o público. Não falamos de Deus, Cristo, ou de passagens da Bíblia abertamente. As mensagens são metafóricas, subliminares", explica. Rodada em abril de 2018 no deserto peruano de Huacachina, "144", como o nome já sugere, contará com 144 episódios diários de um minuto cada.

Serão cinco temporadas e cada uma delas desenvolverá especificamente um personagem dessa família que tenta sobreviver no planeta deserto. Os capítulos serão publicados no feed do perfil. O espaço já conta com postagens que mostram bastidores e curiosidades sobre a trama.

A primeira temporada contará as desventuras de Naavik (Isielson Miranda) e Bêta (Gianlucca Mauad), um homem e seu filho que encontram uma caixa com elementos misteriosos no meio do deserto. O pai acredita estar diante de um guia que pode levar ele e a sua família para um lugar melhor, bem distante das terras áridas em que vivem.

Bêta é interpretado por Gianlucca Mauad, um dos destaques juvenis da novela "Jezebel", da Rede Record. Por falar na escalação do elenco, o realizador afirma que apostou no ecletismo para o set de filmagens. "Ser cristão não foi referência para escalar os atores. Fizemos vários testes e o que foi levado em consideração é a adequação à trama. Curiosamente, só dois são seguidores da religião", enumera.

Por falar em adequações, Braga afirma que "144" nasceu de sua paixão pela cultura pop. "Tentamos conceber a história de uma forma ampla, para todos terem acesso. Sou fã de 'Mad Max' (de George Miller). Seu clima seco e opressor foi o norte de tudo. Também usamos como inspiração o universo distópico de 'O Livro de Eli' (dos irmãos Allen e Albert Hughes). Essa trama conta com referências cristãs de forma metafórica, um estilo que quisemos implementar aqui", detalha.

Além dos episódios, as postagens de "144" vão trazer fotos, notas de bastidores e alguns vídeos explicativos de cada capítulo. "Teremos algumas noções bíblicas para quem desejar entender o contexto da história. Queremos fisgar também o público ligado ao evangelho que não tem conteúdo de entretenimento de ficção para curtir", complementa.

Sinopse: Um deserto infinito. Uma caixa com um número misterioso. Após essa descoberta, um homem navega na areia sem fim. Louco ou iluminado? Descubra...

Fonte adaptada do jornal Gazeta Online

Nenhum comentário: